Instituto Pensar - 2020: que seja o ano da criatividade socialista

2020: que seja o ano da criatividade socialista


Por Domingos Leonelli*

Como o desejo ainda √© de gra√ßa, registro tamb√©m o meu: que a esquerda brasileira consiga se reinventar a partir de novos sonhos, propostas e a√ß√Ķes em sintonia com o s√©culo XXI.

Que os partidos de esquerda compreendam bem seus papeis e n√£o tentem, nem na forma e nem no conte√ļdo, substituir os partidos do centro e da direita democr√°tica. At√© porque n√£o conseguir√≠amos. E as tentativas neste sentido j√° deram errado.

Claro que há um terreno comum no qual podemos e devemos nos movimentar que é o da defesa da democracia representativa e do combate ao neo-fascismo representado hoje pelo governo do presidente Jair Bolsonaro.

Podemos e devemos, sem abrir m√£o de nossas posi√ß√Ķes ideol√≥gicas, articular e participar de articula√ß√Ķes de movimentos no Congresso Nacional e na sociedade, contra o fascismo, o entreguismo, o racismo, a homofobia e a misoginia. Ali√°s, podemos provar que h√° mais de meio s√©culo somos os mais firmes defensores da democracia. As vacila√ß√Ķes passadas e presentes de eventuais aliados devem ser entendidas a partir dos interesses de classe e compromissos com os velhos h√°bitos pol√≠ticos, n√£o devem, entretanto, impedir os movimentos em defesa da democracia.

Mais do que nunca a democracia, no s√©culo XXI, √© um valor universal. √Č com o seu aprofundamento que avan√ßaremos para reduzir a desigualdade e at√© alcan√ßar um novo regime econ√īmico e social diferente do capitalismo que j√° amea√ßa a sobreviv√™ncia do planeta.

Todos os partidos de esquerda deveriam estar repensando seus objetivos, seus programas e realizando suas autocríticas. Afinal não chegamos a Bolsonaro por obra do acaso.

Nós do PSB já estamos fazendo isso.

Entendemos que, para melhor atuarmos em frentes, precisamos explicitar nossos objetivos de longo e curto prazos.
Para isso, iniciamos no final de novembro de 2019 o processo de discuss√£o de uma Autorreforma que inclui desde uma sincera autocr√≠tica pol√≠tica at√© uma contribui√ß√£o para um Projeto Nacional de Desenvolvimento baseado na Inova√ß√£o e na Economia Criativa, no potencial de uma Amaz√īnia 4.0 e no renascimento criativo de nosso parque industrial.

O documento-base da Autorreforma socialista sugere ainda medidas radicais contra a desigualdade, dentre as quais o ensino fundamental totalmente p√ļblico para todas as crian√ßas brasileiras. Defende abertamente uma taxa para financiamento do SUS.

Coloca em debate a forma de governo. Defende o parlamentarismo não apenas como forma de solucionar crises, mas, também, como caminho para aprofundar a democracia e valorizar os partidos e os programas governo. Disputa de ideias ao invés de pais da pátria em competição de egos.

Finalmente, define-se claramente pelo Socialismo Democrático como objetivo de longo prazo. Um socialismo de novo tipo, convivendo com a iniciativa privada como na China e com ampla liberdade política, como na Suécia.
Um socialismo criativo e profundamente brasileiro.

* Coordenador do site Socialismo Criativo, presidente do Instituto Pensar, integrante da Executiva Nacional do PSB e deputado federal constituinte




0 Coment√°rio:


Nome: Em:
Mensagem: