Instituto Pensar - √ďleo e g√°s: Petrobras e PUC-Rio estimulam solu√ß√Ķes tecnol√≥gicas

√ďleo e g√°s: Petrobras e PUC-Rio estimulam solu√ß√Ķes tecnol√≥gicas

Universit√°rios de qualquer √°rea do conhecimento e idade podem se inscrever, at√© o dia 6 de janeiro pr√≥ximo, para participar do M√≥dulo Igni√ß√£o, do Programa Petrobras Conex√Ķes para Inova√ß√£o, promovido em parceria pela empresa com o Ecoa PUC-Rio, iniciativa multidisciplinar e gratuita da Pontif√≠cia Universidade Cat√≥lica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). O objetivo √© estimular a experimenta√ß√£o, desafiando universit√°rios a trabalhar em busca de solu√ß√Ķes criativas para a transforma√ß√£o digital do setor de √≥leo e g√°s. O formul√°rio est√° dispon√≠vel no site da PUC.

As inscri√ß√Ķes foram abertas na semana passada, por ocasi√£o do lan√ßamento do novo m√≥dulo, durante a edi√ß√£o brasileira da Offshore Technology Conference¬í (OTC), que realizada no Rio de Janeiro. O projeto prev√™ a divulga√ß√£o, no dia 24 de janeiro, dos 21 estudantes selecionados que passar√£o por uma mentoria da PUC-Rio, baseada em desafios e seguida de um per√≠odo para o desenvolvimento de inova√ß√Ķes.

O professor Gustavo Robichez, do Departamento de Inform√°tica do CTC/PUC-Rio e integrante do ECOA PUC-Rio, informou que o projeto inclui estudantes de todas as universidades p√ļblicas e privadas, que estejam regularmente matriculados em cursos de gradua√ß√£o, com t√©rmino previsto em janeiro de 2021, para que haja o v√≠nculo institucional. "A diversidade de institui√ß√Ķes √© muito importante. O que a gente est√° em busca √© dos melhores talentos que possam, a partir dos desafios que a Petrobras venha a propor, experimentar solu√ß√Ķes usando tecnologia¬Ē.

Robichez acrescentou que o foco √© provocar esses talentos, em um processo de cocria√ß√£o. A partir dos desafios da empresa e de mentores da universidade, os universit√°rios v√£o ter uma jornada de experimenta√ß√£o instigada por essas provoca√ß√Ķes que a ind√ļstria de √≥leo e g√°s tem. A ideia √© que no ciclo de alguns meses, eles j√° apresentem prot√≥tipos, que s√£o provas de conceitos de solu√ß√Ķes que v√£o ser avaliadas pelo time da Petrobras especializado. "Os t√©cnicos da Petrobras v√£o acompanhar as solu√ß√Ķes propostas pelos estudantes ao longo de toda a jornada¬Ē.

Tutoria

O conhecimento da ind√ļstria vir√° da Petrobras. A PUC tem a metodologia da condu√ß√£o desses experimentos e, principalmente, um processo de orienta√ß√£o e de tutoria ao longo dessa jornada. "√Č uma oportunidade quase √ļnica, transformadora na vida das pessoas¬Ē, definiu o professor. Para ele, a participa√ß√£o no programa da Petrobras pode representar uma possibilidade de contrata√ß√£o futura no mercado formal de trabalho e a abertura de empreendimentos pelo pr√≥prio estudante. "A Petrobras tem programas para orientar e incluir startups (empresas nascentes inovadoras) dentro da cadeia de √≥leo e g√°s¬Ē.

Os 21 universit√°rios receber√£o uma bolsa-aux√≠lio mensal por seis meses, que poder√° ser renovada ao fim desse per√≠odo. Gustavo Robichez disse que o M√≥dulo Igni√ß√£o poder√° se estender. A ideia √© que haja um processo de sele√ß√£o semestral, com abertura de nova chamada no pr√≥ximo ano, para dar oportunidade a mais pessoas de participarem dessas jornadas. "A gente pede uma dedica√ß√£o de 20 horas semanais para eles (estudantes) poderem se dedicar a essas experimenta√ß√Ķes digitais¬Ē. A PUC-Rio j√° vem desenvolvendo experi√™ncia semelhante nas √°reas de tecnologia, seguros e ind√ļstria do entretenimento. "A gente pede que eles se organizem para que tenham tempo e possam se dedicar √† iniciativa¬Ē. No final do semestre, ser√£o divulgadas as solu√ß√Ķes apresentadas.

A Petrobras far√° a divulga√ß√£o dos resultados para poder retroalimentar o ciclo. "√Č como se tiv√©ssemos um processo de constru√ß√£o e cria√ß√£o conjunta. Depois dos primeiros seis meses, a gente vai definir novos desafios que ser√£o trazidos, muito em fun√ß√£o do que os participantes conseguiram gerar, e sempre ficar provocando esses jovens talentos a contribu√≠r e conhecer mais os dom√≠nios de √≥leo e g√°s porque, muitas vezes, eles ficam meio perdidos entre a teoria e a pr√°tica. √Č uma chance de eles colocarem, dentro de um cen√°rio controlado, a pr√°tica para acontecer, para fazer diferen√ßa¬Ē.

Perfis

Robichez esclareceu que a ideia √© juntar vis√Ķes complementares e diferentes. Da√≠ a busca por perfis profissionais diversos, misturando aqueles que t√™m voca√ß√£o para a criatividade, entre os quais design industrial e comunica√ß√£o, com um perfil mais t√©cnico encontrado nas ci√™ncias exatas, envolvendo pessoas com interesse em desenvolver um background (experi√™ncia) na √°rea tecnol√≥gica. O terceiro perfil engloba talentos que queiram tamb√©m dar sua contribui√ß√£o para o projeto, entre os quais estudantes de psicologia e at√© de biblioteconomia, informou o professor da PUC-Rio. "Ent√£o, √© para todo mundo mesmo. A gente quer trazer pessoas que possam fazer a diferen√ßa. E isso, √†s vezes, independe do processo dela de forma√ß√£o tradicional¬Ē.

As atividades serão desenvolvidas a partir do dia 3 de fevereiro, na PUC-Rio, localizada na Gávea, zona sul da cidade, de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h.

Est√£o previstas visitas √†s instala√ß√Ķes da Petrobras no Rio de Janeiro, ao longo do ano. O programa adota o Challenge Based Learning¬í (CBL), metodologia multidisciplinar que instiga os alunos a desenvolverem solu√ß√Ķes para as mais diversas situa√ß√Ķes, de forma criativa e inovadora.

Fonte: Ag√™ncia Brasil




0 Coment√°rio:


Nome: Em:
Mensagem: