Instituto Pensar - PSB: a autorreforma já começou. E bem

PSB: a autorreforma já começou. E bem

Reuni√£o do Diret√≥rio Nacional do PSB sobre autorreforma ¬Ė 30/8/2019
Foto: Humberto Pradera

Por Domingos Leonelli*

Embora proponha um reordenamento pol√≠tico do Brasil, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, afirma que n√£o podemos esperar por isso para iniciar o nosso processo de autorreforma. Esse processo √© um imperativo do momento hist√≥rico. Para permanecer fiel aos seus compromissos com a igualdade, a soberania nacional e com o pr√≥prio socialismo democr√°tico, o PSB precisa atualizar suas propostas para "a sociedade em rede¬Ē a que se refere Manuel Castells e para um nova economia (criativa) da era do conhecimento.

Iniciaremos com uma Conferência Nacional, precedida de um seminário internacional, nos dias 28, 29 e 30 de novembro deste ano de 2019. A partir da Confêrencia, o programa e o manifesto do Partido Socialista serão submetidos a um profundo debate até o Congresso Nacional de 2021.

Esse debate, orientado por um documento abrangente que vai da discuss√£o sobre a Reforma do Estado que pretendemos, incluindo a√≠ a hip√≥tese do parlamentarismo, at√© uma nova estrat√©gia de desenvolvimento econ√īmico baseado na inova√ß√£o e na economia criativa, passando pela ocupa√ß√£o e inteligente da Amaz√īnia, entre outros termos relevantes.

Ser√° um debate amplo e livre, no qual todos os militantes poder√£o expressar suas opini√Ķes sobre o conte√ļdo dos novos programa e manifesto. O papel da Dire√ß√£o Nacional ser√° o de assegurar a livre circula√ß√£o de ideias e posi√ß√Ķes a partir da Confer√™ncia Nacional de novembro. 

Entretanto a Dire√ß√£o n√£o √© neutra e tem responsabilidade sobre o partido que somos hoje e o que queremos ser amanh√£. Por isso, entendo que a autorreforma do PSB j√° come√ßou com as decis√Ķes do Diret√≥rio Nacional do dia 30 de agosto, quando decidimos sair do Foro S√£o Paulo e fortalecer a Coordena√ß√£o Socialista Latino Americana, apoiar a posi√ß√£o de Michelle Bachelet da ONU em rela√ß√£o aos direitos humanos na Venezuela e punir os 10 deputados que votaram no primeiro e segundo turnos da Reforma da Previd√™ncia contra a orienta√ß√£o da Diret√≥rio Nacional do Partido.

Foram decis√Ķes contradit√≥rias entre si, √† direita e √† esquerda? N√£o, n√£o e n√£o.

Foram todas decis√Ķes que caracterizam nossa firme disposi√ß√£o de nos reafirmarmos como um partido da esquerda democr√°tica brasileira, um partido verdadeiramente socialista que desde a sua funda√ß√£o proclama o socialismo e a liberdade.

A sa√≠da do Foro S√£o Paulo e a decis√£o de condenar os evidentes abusos contra os direitos humanos que o presidente Nicol√°s Maduro chama de "socialismo bolivariano¬Ē, numa clara ofensa a Simon Bol√≠var, e ao pr√≥prio socialismo, coincide com a posi√ß√£o do maior l√≠der pol√≠tico socialista da atualidade, nosso Jos√© Pepe Mujica. E a decis√£o foi acompanhada do rep√ļdio a qualquer interven√ß√£o externa na Venezuela. Recusamos tamb√©m o reconhecimento do auto-proclamado "presidente¬Ē Juan Guaid√≥ e apoiamos, ainda, o relat√≥rio da socialista Michelle Bachelet da ONU. Mas denunciamos o boicote econ√īmico promovido pelos EUA √† Venezuela, que agrava as dificuldades do povo daquele pa√≠s. 

A expuls√£o do deputado √Ātila Lira e a puni√ß√£o dos outros 9 parlamentares correspondeu, tamb√©m, √† fidelidade do PSB aos seus compromissos com os trabalhadores e trabalhadoras e com a popula√ß√£o mais pobre do pa√≠s. Foi uma reafirma√ß√£o das nossas convic√ß√Ķes democr√°ticas, do respeito aos √≥rg√£os diretivos do partido e uma recusa perempt√≥ria de nos transformar em sigla de aluguel.

O conv√≠vio democr√°tico tem regras e princ√≠pios que s√£o conhecidos e aos quais todos os seus participantes est√£o obrigados a respeitar. 

O Diret√≥rio Nacional quando decidiu, √† quase unanimidade, (apenas um voto contr√°rio), pelo fechamento da quest√£o de uma Reforma da Previd√™ncia que penaliza os trabalhadores que ganham at√© tr√™s sal√°rios m√≠nimos e premia com mais de R$ 80 bilh√Ķes o agroneg√≥cio, estava  representando uma decis√£o de toda milit√Ęncia partid√°ria.  

Os mandatos parlamentares decorrem dessa estrutura e dessa milit√Ęncia partid√°ria que os elegeu. Vale lembrar que   ades√£o a um partido como o PSB com essa hist√≥ria e compromissos sociais, √© absolutamente volunt√°ria. Mas uma vez realizada, h√° que se respeit√°-la. 

E não foi por outra razão que plenário do Diretório Nacional saudou entusiasticamente os 22 deputados federais que honraram nosso compromisso com o povo brasileiro.

A autorreforma do PSB come√ßou bem. 

* Integrante da Executiva Nacional do PSB, presidente do Instituto Pensar e diretor do site Socialismo Criativo



0 Coment√°rio:


Nome: Em:
Mensagem: