Instituto Pensar - Papa Francisco convida jovens para repensar a economia global

Papa Francisco convida jovens para repensar a economia global

O Papa Francisco convida jovens economistas, empreendedores e militantes de movimentos comprometidos com mudanças sociais, de diversas partes do mundo e crenças e com até 35 anos, para repensar a economia global durante o encontro "The Economy of Francesco. Os jovens, um pacto, o futuro”, em 2020, em Assis (Itália)A expectativa é que durante o ‘Economia de FranciscoÂ’ sejam traçadas linhas gerais de uma economia justa, sustentável e inclusiva, uma proposta alternativa à economia hegemônica que gera exclusão social. 

Já confirmaram presença os prêmios Nobel Muhammad Yunus, conhecido como "o banqueiro dos pobres”, e Amartya Sen, professor de filosofia e economia em Harvard (EUA) e Cambridge (Reino Unido). Participarão também especialistas em desenvolvimento sustentável e economia solidária, como Bruno Frey, economista suíço; o músico e escritor brasileiro Tony Belotto; Carlo Petrini, italiano fundador do Slow Food; Kate Raworth, economista inglesa; Jeffrey Sachs, economista estadunidense interessado nas causas da pobreza; a indiana Vandana Shiva, diretora do Fórum Internacional sobre Globalização; e Stefano Zamagni, economista italiano.

Jovens de mais de 45 países, incluindo o Brasil, Angola, Portugal, Cuba, Japão, Arábia Saudita e Estados Unidos, já á atenderam ao convite do Papa. As inscrições vão até 30 de setembro e podem ser feitas aqui.

‘Economia de FranciscoÂ’ ocorrerá durante três dias em Assis, Itália, entre 26 e 28 de março de 2020. Na carta-convite aos jovens divulgada em 11 de maio, o Papa explicou que a cidade é o lugar apropriado para inspirar uma nova economia, pois foi ali que Francisco despojou-se de toda a mundanidade para escolher a Deus como bússola da sua vida, tornando-se pobre com os pobres e irmão de todos. Sua decisão de abraçar a pobreza também deu origem a uma visão econômica que permanece atual.

"Assis, terra de São Francisco, pioneiro na crítica ao capitalismo nascente e aliado aos mais pobres, é a cidade mais adequada para celebrar este evento, porque durante séculos foi "o símbolo e a mensagem de um humanismo de fraternidade”, diz o papa. João Paulo II a escolheu como ícone de uma cultura de paz , e Francisco a considera um lugar que inspira uma nova economia.”
Frei Betto, no blog do Brasil247

O evento propõe pactuar com os jovens de diferentes crenças e nacionalidades uma mudança na economia atual, que a torne mais justa, sustentável e com protagonismo dos excluídos. Entre os inscritos selecionados, 500 jovens serão convidados ao pré-evento programado para 24 e 25 de março de 2020, em Assis. Â‘Economia de FranciscoÂ’ promoverá oficinas, eventos artísticos e plenárias com renomados economistas, especialistas em desenvolvimento sustentável, empresários hoje engajados na busca de uma economia alternativa à do capitalismo neoliberal que aprofunda a desigualdade social e a devastação ambiental.

Preparativos e redes sociais

Para preparar o encontro internacional em Assis, os jovens realizarão oficinas, laboratórios, seminários e conferências nos países de origem para construir uma nova percepção da economia. As iniciativas, em diferentes partes do mundo, podem ser comunicadas ao siteoficial do evento para serem incluídas na programação, como já constam as ações na Itália, na Espanha e em Camarões. Todas as informações e novidades estarão nos canais Facebook,  Instagram,  TwitterYouTube e Flickr.

Com informações Vaticano News e Blog do Frei Betto



0 Comentário:


Nome: Em:
Mensagem: