Instituto Pensar - Consultora Cláudia Leitão debate Turismo, Cultura e Economia Criativa próximo sábado no Conde

Consultora Cláudia Leitão debate Turismo, Cultura e Economia Criativa próximo sábado no Conde

20/03/2018

De acordo com a Assessora Cultural, Rejane N√≥brega, a vinda de Cl√°udia Leit√£o para o Conde √© muito positiva e vai contribuir ainda mais para o fortalecimento cultural, tur√≠stico e econ√īmico do munic√≠pio

Os conceitos e as caracter√≠sticas da economia criativa, cada vez mais tem ganhado for√ßa em todo o pa√≠s, envolvendo as express√Ķes culturais, o turismo e a economia da regi√£o. Pensando nestes assuntos, a Prefeitura de Conde traz a Consultora em Pol√≠ticas P√ļblicas para Economia Criativa, Cl√°udia Leit√£o para uma palestra com o tema "Turismo, Cultura e Economia Criativa", no pr√≥ximo s√°bado, dia 24 de mar√ßo, √†s 10 horas da manh√£ no audit√≥rio da Pousada Aruan√£, com entrada gratuita.

A economia criativa envolve setores voltados √†s express√Ķes culturais como o artesanato, arte popular, festas populares, como tamb√©m, as artes visuais, audiovisuais como o cinema, televis√£o e publicidade, design, moda, artes c√™nicas, entre outros segmentos e express√Ķes.

De acordo com a Assessora Cultural, Rejane N√≥brega, a vinda de Cl√°udia Leit√£o para o Conde √© muito positiva e vai contribuir ainda mais para o fortalecimento cultural, tur√≠stico e econ√īmico do munic√≠pio. "As cidades precisam ter sua identidade e o Conde tem um vasto leque cultural e art√≠stico. Seja na gastronomia, na m√ļsica, na cultura popular ou em qualquer √°rea que represente a cidade. A economia criativa representa isso e a palestra com a Cl√°udia Leit√£o vai proporcionar tanto a classe empresarial (trade, comerciantes, artes√£os) como as pessoas interessadas em empreender, a oportunidade de interagir com as diversas possibilidades existentes em nosso munic√≠pio", explicou Rejane.

O Secretário de Turismo, Aristóteles Souto Maior destacou que "o Conde vive um momento em que há um novo motor da economia. Passamos por diversas fases onde tudo era direcionado a matéria prima, depois o produto, os serviços, e agora entra em destaque a Economia Criativa, onde incluímos o Turismo de vivência e experiência. Os setores diretamente ligados a este setor, crescem bastante em nossa região e é necessário um aprofundamento no assunto", disse o Secretário.

A crescente import√Ęncia da economia criativa traz um novo desafio para quem desenvolve estre trabalho, o de adquirir novos conhecimento e trabalhar a gest√£o destes dados, quer seja ela com o governo municipal, a inova√ß√£o, parcerias tecnol√≥gicas e comerciais, buscando a amplia√ß√£o das atividades e o impulsionamento do conceito de Economia Criativa no munic√≠pio de Conde.

Cl√°udia Leit√£o

Graduada em Direito pela Universidade Federal do Cear√° (UFC) e em Educa√ß√£o Art√≠stica pela Universidade Estadual do Cear√° (UECE), Cl√°udia tamb√©m √© mestra em Sociologia Jur√≠dica pela Universidade de S√£o Paulo(USP) e doutora em Sociologia pela Sorbonne, Universit√© Ren√© Descartes (Paris V). √Č Professora do Mestrado Profissional em Gest√£o de Neg√≥cios Tur√≠sticos da Universidade Estadual do Cear√°, membro da Rede de Pesquisadores em Pol√≠ticas Culturais (REDEPCULT) e do Conselho Editorial da publica√ß√£o virtual Pol√≠ticas Culturais em Revista/ UFBA.

Atuou como consultora ad hoc do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Criou e coordenou na UECE a Especialização em Gestão Cultural e o Mestrado Profissional em Gestão de Negócios Turísticos, tendo sido também coordenadora do Mestrado Acadêmico em Administração, com foco na Gestão da Micro e Pequena Empresa.

Foi Superintendente do Servi√ßo Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) no Cear√° (2001-2002) e Secret√°ria da Cultura do Estado do Cear√° (2003-2006). O Programa Cultura em Movimento: Secult Itinerante, criado em sua gest√£o, rendeu-lhe o primeiro lugar do Pr√™mio Cultura Viva, do Minist√©rio da Cultura (MinC), na categoria "Gest√£o P√ļblica".

Cl√°udia foi a primeira gestora da Secret√°ria da Economia Criativa (SEC) do MinC, entre os anos de 2011 a 2013; e secret√°ria municipal de Cultura e Turismo do munic√≠pio de Aracati, Cear√°. Entre os v√°rios livros e artigos cient√≠ficos p√ļblicos, destacam-se os voltados para as tem√°ticas da economia criativa, cultura, desenvolvimento, turismo e pol√≠ticas e gest√£o p√ļblicas. √Č consultora em Economia Criativa para a Organiza√ß√£o Mundial do Com√©rcio (OMC) e a Confer√™ncia das Na√ß√Ķes Unidas para o Com√©rcio e Desenvolvimento (UNCTAD), assim como para o Sebrae, governos federal, estaduais e municipais, empresas e outras organiza√ß√Ķes. √Č s√≥cia do Centro Internacional Celso Furtado. Atualmente dirige o Observat√≥rio de Fortaleza (Governan√ßa Municipal e Pol√≠ticas P√ļblicas) do Instituto de Planejamento de Fortaleza (IPLANFOR).



0 Coment√°rio:


Nome: Em:
Mensagem: