Instituto Pensar - PSB Inclui Economia Criativa Como Estratégia de Desenvolvimento Em Plano Nacional Da Legenda

PSB Inclui Economia Criativa Como Estratégia de Desenvolvimento Em Plano Nacional Da Legenda

Em uma das deliberações definidas durante o Congresso Nacional do PSB, realizado de 1º a 3 deste mês, em Brasília, a Executiva da legenda incluiu, por sugestão do ex-deputado federal Domingos Leonelli, a Economia Criativa como estratégia de desenvolvimento em seu plano nacional. A proposta elaborada pelo baiano foi aprovada por unanimidade pelo colegiado.

Em painel apresentado para integrantes do PSB, que reuniu cerca de 100 pessoas, foram mostrados exemplos de gestões públicas associadas à Economia Criativa em países como Austrália e Reino Unido, além de oportunidades que podem ser aproveitadas no Brasil e iniciativas da China, que possui um sistema Socialista de Mercado. “Tivemos uma discussão muito positiva, onde apresentei essa contextualização e a necessidade de termos uma bandeira contemporânea e diferenciadora, pois somos a primeira legenda no Brasil a adotar a Economia Criativa como estratégia de desenvolvimento. Os próximos passos são organizar um seminário para mostrar o conceito de Socialismo Criativo como um objetivo de transformar a realidade”, avaliou.

Para Leonelli, o Partido Socialista Brasileiro deve estar na ponta das transformações sociais e econômicas e com uma visão cientifica da realidade para que possa produzir justiça e igualdade. Ele também defendeu a presença do segmento nas pautas governamentais. “É preciso que se crie ou um fundo nacional ou uma empresa de capital misto para capacitar o Brasil para competir internacionalmente em indústrias como a de games ou de audiovisual”, disse.

Participação da militância – Durante o painel presidido pelo socialista baiano, filiados de diversas regiões brasileiras fizeram intervenções para ressaltar a importância da Economia Criativa. Deusilene Leão, do PSB de Goiás, ressaltou que o partido é o único a incluir o tema em discussão e defendeu um projeto de Brasil voltado para suas vocações.

O músico Álvaro Henrique defendeu a necessidade da elaboração de uma Lei de Mídias, pois há uma concentração muito grande no setor de produção de conteúdos, bem como o acesso  a financiamentos e citou a Argentina como um bom exemplo de legislação. “No Brasil, estamos vivendo um modelo semelhante ao do Sistema Feudal”, disse.

A senadora Lídice da Mata criticou o contingenciamento do orçamento para a Cultura e lembrou que é autora de um projeto que veda essa prática. “Cultura é a base da produção brasileira e eu acho um absurdo que seu ministério possa ter um orçamento inferior a 1% no bolo da União”, afirmou.

Já o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia, Vivaldo Mendonça, defendeu a criação de uma Agência Nacional de Inovação e defendeu o modelo adotado por Israel.

Economia Criativa –  É o conjunto de atividades econômicas relacionadas a produção e distribuição de bens e serviços que utilizam a criatividade e as habilidades dos indivíduos ou grupos como insumos primários.

Fonte: http://www.psb40bahia.com.br/6726-2/




0 Comentário:


Nome: Em:
Mensagem: