Instituto Pensar - Fiocruz cria vacina própria contra a Covid-19

Fiocruz cria vacina própria contra a Covid-19

por: Igor Tarc√≠zio 


A pesquisa foi iniciada em janeiro, quando surgiram as primeiras not√≠cias sobre o novo coro na v√≠rus, na China (Imagem: Reprodu√ß√£o)

Ao mesmo tempo que se prepara para produzir a vacina contra a Covid-19 criada pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, a Funda√ß√£o Oswaldo Cruz (Fiocruz) avan√ßa no desenvolvimento de duas vacinas pr√≥prias. A pesquisa foi iniciada em janeiro, quando surgiram as primeiras not√≠cias sobre o novo coronav√≠rus, na China. Desde ent√£o, mais de 1,5 milh√£o de pessoas j√° morreram em todo mundo.

Leia também: STF autoriza medidas restritivas a quem recusar vacina contra a Covid

As duas vacinas são tocadas com financiamento nacional e, de acordo com o cronograma da instituição, têm prazo de conclusão para o final de "2021 ou o primeiro semestre de 2022. Na verdade, apenas uma delas sobreviverá ? a que se sair melhor nos estudos pré-clínicos.

"Desenvolvemos ambas em paralelo, pelo menos nos est√°gios iniciais, para podermos ter maior garantia que conseguiremos levar um produto at√© o final?, afirma o vice-diretor de Desenvolvimento Tecnol√≥gico de Bio-Manguinhos (Fiocruz), Sotiris Missailidis.

Desenvolvimento

As duas ? chamadas pelos pesquisadores de "sintética? e de "subunidade? ?, estão na fase de desenvolvimento pré-clínico (estudos em animais), dividida em duas etapas: avaliação de segurança/imunogenicidade e proteção.

"A primeira etapa era pra ver se essas vacinas geravam anticorpos e uma resposta imunocelular e também se eram seguras. Essa etapa foi concluída com resultados positivos. Não tinha problemas de toxicidade, são imunogênica?, complementou Sotiris.

A segunda fase deve come√ßar em breve. Nela, "voc√™ vacina o animal e o desafia com o v√≠rus vivo de Sars-Cov-2 para ver se a vacina o protege.? Se tudo der certo, come√ßam os testes em humanos.

A vacina sint√©tica √© baseada em pept√≠deos ? pequenas partes de prote√≠nas do v√≠rus ?, produzidos em laborat√≥rio por s√≠ntese qu√≠mica e que s√£o reconhecidos pelo sistema imune. O objetivo √© induzir a produ√ß√£o de anticorpos espec√≠ficos ao v√≠rus e ativar linf√≥citos T, que tamb√©m t√™m a fun√ß√£o de defender o corpo dos v√≠rus.

Com informa√ß√Ķes da Folha de S. Paulo



0 Coment√°rio:


Nome: Em:
Mensagem: