Instituto Pensar - Exército fará pistola de marca dos EUA apoiada por Eduardo Bolsonaro

Exército fará pistola de marca dos EUA apoiada por Eduardo Bolsonaro

por: Eduardo Pinheiro


O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) √© considerado ?garoto propaganda? da  SIG Sauer. Foto: Reprodu√ß√£o

Ap√≥s lobby do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, a empresa norte-americana SIG Sauer recebeu autoriza√ß√£o do Ex√©rcito para fabricar suas pistolas em vers√£o nacional na Imbel, estatal de armas ligada √† For√ßa. A decis√£o foi publicada nesta quinta (17) no Di√°rio Oficial da Uni√£o (DOU).

Segundo o decreto do comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, a empresa teve o plano de nacionalização de pistolas de calibre 9mm P320, em três modelos e suas variantes, aprovado.

Leia tamb√©m: Viol√™ncia e pol√≠tica fazem fabricante de arma alem√£ HK parar de vender ao Brasil

A negociação teve apoio de Eduardo, o ?garoto propaganda? da SIG que nunca escondeu sua pressão para abrir o mercado nacional e quebrar o monopólio da brasileira CBC/Taurus, uma das líderes mundiais de fabricação de armas leves. Ele vinha promovendo a marca tanto na internet, com vídeos e postagens em redes sociais, como recebendo representantes da empresa.

Ainda n√£o h√° um detalhamento de custos da opera√ß√£o. A Ind√ļstria de Materiais B√©licos do Brasil (Imbel) √© uma empresa p√ļblica ligada ao Comando do Ex√©rcito, dependente de verbas federais -consumiu R$ 152,2 milh√Ķes em 2019.

Como era de se esperar, Eduardo celebrou o acordo na internet. Em postagem no Facebook, j√° adiantou que "h√° expectativa? de produ√ß√£o n√£o s√≥ das pistolas, mas tamb√©m de fuzis e submetralhadoras, embora n√£o esteja no decreto de Pujol.

Desde antes da campanha eleitoral de 2018, a fam√≠lia Bolsonaro tem uma briga aberta com a Taurus. Enquanto deputado, o hoje presidente tamb√©m dizia que iria "quebrar o monop√≥lio? da empresa.

Tal dom√≠nio decorre muito da legisla√ß√£o brasileira, que como em todos os pa√≠ses com ind√ļstria b√©lica favorece produtores nacionais como forma de fomentar o desenvolvimento do setor.

Com informa√ß√Ķes da Folha de S. Paulo



0 Coment√°rio:


Nome: Em:
Mensagem: