Instituto Pensar - Fiesp organiza debate sobre economia circular com grandes empresas

Fiesp organiza debate sobre economia circular com grandes empresas

por: Igor Tarc√≠zio 


Edif√≠cio sede da FIESP, na Avenida Paulista, em S√£o Paulo (Imagem: Reprodu√ß√£o/FIESP)

A atua√ß√£o de uma empresa n√£o termina ap√≥s a venda de seu produto ao consumidor. Pelo menos n√£o se ela estiver inserida na economia circular ? no qual a vida √ļtil de um material √© prolongada de forma a reduzir o impacto ambiental, ao mesmo tempo em que gera ganhos financeiros.

Esse foi o tema de encontro virtual promovido ontem pelo Conselho Superior de Meio Ambiente (Cosema) e da Federa√ß√£o das Ind√ļstrias do Estado de S√£o Paulo (Fiesp) com quatro grandes companhias que falaram sobre a mudan√ßa do seu modelo de neg√≥cio para se adequar a uma economia mais sustent√°vel.

Economia circular

Para o presidente do Cosema, Eduardo San Martin, a tend√™ncia √© que a economia circular deixe de ser uma iniciativa volunt√°ria e passe a ter amparo na lei. "Podem ter certeza que os pa√≠ses europeus v√£o exigir que outros mercados com pretens√£o de exportar para l√° demonstrem que seus bens est√£o inseridos em pr√°ticas de economia circular.?

Segundo o Estad√£o, o encontro contou com a participa√ß√£o de representantes da Braskem, Unilever, Hering e 3M. A diretora de Economia Circular da Braskem, Fabiana Quiroga, afirmou que o esfor√ßo da companhia considera cinco etapas: design, gest√£o de processos, educa√ß√£o dos consumidores sobre o descarte correto, apoio √†s cooperativas e, por fim, a reciclagem do produto. Isso quer dizer que a empresa se preocupa em utilizar √°gua de re√ļso e energia renov√°vel na produ√ß√£o de insumos at√© dar apoio aos catadores, que receberam cestas b√°sicas neste ano de pandemia.

Meta

J√° a Unilever tem o compromisso de reduzir √† metade seu impacto ambiental at√© 2030. Para isso, precisa atingir tr√™s metas nos pr√≥ximos cinco anos: reduzir o uso de pl√°stico virgem pela metade; reutilizar, reciclar ou compostar todas as embalagens e coletar e processar mais pl√°stico do que vende.

Com o projeto Trama Afetiva, a Hering busca lidar com os res√≠duos t√™xteis. No in√≠cio, o projeto foi voltado para os res√≠duos do jeans, que viraram itens como almofada. 

Parceria

Mais recentemente, a Funda√ß√£o Herman Hering fechou uma parceria com a empresa Feltros Santa F√© e, juntos, produziram o prot√≥tipo de um feltro que leva garrafa pet tamb√©m. Mas o produto ainda n√£o foi comercializado, disse a diretora da funda√ß√£o, Am√©lia Malheiros.

A esponja Scotch Brite √© o item de maior venda da 3M. "E representa um grande desafio de log√≠stica reversa?, disse o gerente de Sustentabilidade, Marcelo Gandurra. Desde 2014, em parceria com a Terracycle, a empresa desenvolve o programa de reciclagem das esponjas, que conta com 6,5 mil volunt√°rios respons√°veis pela coleta.

Com informa√ß√Ķes do Estad√£o



0 Coment√°rio:


Nome: Em:
Mensagem: