Instituto Pensar - Pesquisa levanta dados sobre negócios criativos de Salvador

Pesquisa levanta dados sobre negócios criativos de Salvador

O questionário, que tem o foco de nortear uma atuação mais efetiva e direcionada do Sebrae Bahia, visa entrevistar cerca de 800 empreendedores de seis áreas do segmento.

 Com o objetivo de colher dados sobre o perfil socioeconômico e as potencialidades dos empreendimentos do Mercado Criativo de Salvador, o Instituto Alvorada Brasil e o Sebrae estão realizando uma pesquisa para compreender a dinâmica de seis áreas do segmento de economia criativa: Design de Moda; Filme e Vídeo; Jogos Digitais; Música, Festas e Celebrações; e Gastronomia.

Os empresários interessados em contribuir com a pesquisa podem enviar um e-mail para rita@institutoalvorada.org.br, informando nome da empresa, responsável, e-mail e telefone. A partir daí, pesquisadores entrarão em contato para entrevista e preenchimento do formulário, organizado em cinco blocos: caracterização do empreendimento; identidades culturais; desenvolvimento organizacional e processos de produção; dinâmica espacial e informação; e acesso a mercados.

A gestora estadual de Economia Criativa do Sebrae Bahia, Luciana Santana, explica que existe uma carência de dados econômicos voltados para o segmento. “Este diagnóstico, que consideramos uma das fases mais relevantes do projeto Mercado Salvador Criativo, nos aproxima e subsidia nossos argumentos sobre a importância e o impacto dos negócios criativos em Salvador”, comenta.

Todas as respostas nortearão uma atuação mais efetiva e direcionada do Sebrae e servirá como fonte para a formulação de políticas públicas estruturais. Além da produção de indicadores para a criação do “Diagnóstico dos Sistemas Produtivos e Redes de Economia Criativa em Salvador”.

Coordenadora geral da pesquisa em Salvador e representante do Instituto Alvorada Brasil, Rita Clementina, reforça que as atividades ligadas à Economia Criativa na capital baiana são importantes tanto no aspecto cultural como no aspecto econômico. “Esse trabalho chega a um momento bastante importante e certamente vai gerar bons frutos para os empreendedores e para os consumidores”, afirma.

O questionário começou a ser aplicado este mês e tem previsão para ser concluído até o dia 14 de agosto. As entrevistas são agendadas a partir do banco de dados criado com as contribuições do Sebrae e de outras instituições parceiras. Ao total, deverão ser entrevistados cerca de 800 empreendedores das seis áreas, definidas a partir de uma amostra feita pela equipe de metodologia do projeto.

Mercado Salvador Criativo

O projeto Mercado Salvador Criativo é fruto de convênio entre Sebrae e Instituto Alvorada Brasil, com a finalidade de elaborar um diagnóstico dos sistemas produtivos da Economia Criativa local, para, então, identificar as potencialidades dos empreendimentos criativos em Salvador e Região Metropolitana. A iniciativa conta ainda com as parcerias do Ministério da Cultura, Secretaria de Cultura da Bahia, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Salvador e outras importantes organizações e lideranças que atuam junto aos segmentos da Economia Criativa.

O trabalho, que será realizado em um período de 10 meses, consiste em uma pesquisa quantitativa e qualitativa de todos os atores envolvidos na Economia Criativa e na compilação de dados que devem servir para traçar a dinâmica das atividades do mercado criativo, orientando a elaboração de ações e políticas públicas voltadas para o fortalecimento do segmento.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias Bahia. Por: Isabel Tavares



0 Comentário:


Nome: Em:
Mensagem: