Instituto Pensar - As Cidades mais Criativas do Brasil III - Ceará

As Cidades mais Criativas do Brasil III - Ceará

O que uma cidade de menos de 5 mil habitantes, cravada na região serrana do Ceará, pode oferecer ao mundo? Um Festival Internacional de Jazz e Blues que atrai turistas interessados em música de qualidade. Em 11 edições, o festival reuniu gente como Stanley Jordan e Jean-Jacques Milteau, além dos brasileiros Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti e talentos regionais. Guaramiranga conserva a tradição da música e dos saraus literários deixada pela elite cearense, que fugia do calor do verão da capital, no início do século passado. “Essa vocação estava presente de forma amadora e espontânea. Então, percebemos que o potencial criativo do cearense não estava no Carnaval, mas na qualidade de seus músicos”, diz a antropóloga Rachel Guadelha, sócia-fundadora da produtora Via de Comunicação. “Encontramos no jazz o gênero onde a criatividade fica mais evidente.”

Na primeira edição do festival, em 2000, não havia hotéis ou restaurantes na cidade. Foi preciso convencer os moradores a oferecer suas casas para hospedagem. Hoje Guaramiranga tem pousadas, cafés, galerias e serviços que também atendem a população local. Em 2005, o festival gerou mais de R$ 3 milhões para o município, o equivalente a dez meses de arrecadação de impostos. Hoje, a metade da população que trabalhava na prefeitura transferiu-se para o turismo cultural e ecológico.

Fonte: Época Negócios




0 Comentário:


Nome: Em:
Mensagem: