Instituto Pensar - Ministro quer Transformar São João em Produto Turístico

Ministro quer Transformar São João em Produto Turístico

Forrozeiros de todo o Nordeste se reuniram, nesta quarta-feira (17), com o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, em Bras√≠lia, para discutir a import√Ęncia das festas juninas para o setor. Em encontro concorrido, que contou com a participa√ß√£o de importantes nomes da m√ļsica como Alcymar Monteiro, Genival Lacerda, Adelm√°rio Coelho, Carlos Pitta, Zelito Miranda, banda Estakazero, dentre outros artistas, Alves tamb√©m recebeu parlamentares dos estados nordestinos.

Entre os baianos, estavam a senadora Lídice da Mata (PSB), os deputados federais Jorge Solla, Valmir Assunção (PT) e Alice Portugal (PC do B) e o ex-secretário estadual do Turismo, Domingos Leonelli, além do deputado estadual, Marcelo Nilo e do atual titular da Setur, Nelson Pelegrino.

A pauta dos forrozeiros consiste na inclusão do São João como produto turístico nacional, com a divulgação dos festejos no Brasil e no exterior. Na oportunidade, Alves se comprometeu em valorizar a festa e colocá-la na agenda do Ministério.

O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, assegurou ao presidente do Instituto Pensar, Domingos Leonelli, que tomará providências com relação aos pleitos dos artistas e empresários de forró do Nordeste. Potiguar, Alves garantiu ao ex-secretário do Turismo da Bahia que a sua pasta vai providenciar a elaboração de campanhas publicitárias, pesquisas quantitativas e qualitativas, a realização de um festival e um seminário em maio e a simplificação do processo de cadastramento de artistas. "Tudo isso transforma o São João de sucesso nordestino em produto turístico cultural e turístico", disse Leonelli que considerou a audiência um dia histórico de conquista para os festejos juninos.

Durante o encontro, a senadora L√≠dice da Mata ressaltou a import√Ęncia do S√£o Jo√£o para a economia nordestina e disse que a festa vai muito al√©m do entretenimento. "Se trata de um excelente neg√≥cio para as cidades que realizam os festejos. Representa um d√©cimo terceiro m√™s de faturamento no com√©rcio, pequenas ind√ļstrias e promotores de eventos", ressaltou a parlamentar.

Nelson Pelegrino defendeu que a Lei Rouanet abranja os festejos juninos para consolid√°-lo como produto cultural.

Patrim√īnio Imaterial - A senadora L√≠dice da Mata √© autora de uma recomenda√ß√£o junto ao Conselho Nacional de Pol√≠ticas para que a Festa de S√£o Jo√£o seja declarada Patrim√īnio Cultural Imaterial do Brasil. A proposta est√° sendo analisada pelo Instituto do Patrim√īnio Hist√≥rico e Art√≠stico Nacional (Iphan), respons√°vel pela chancela. "Salvaguardar nossa cultura popular, transformando-a em patrim√īnio imaterial, √© proteger nossa pr√≥pria exist√™ncia como na√ß√£o, unida e constru√≠da em torno de nossas manifesta√ß√Ķes mais tradicionais. Com esta iniciativa, pretendemos prestigiar o povo e as tradi√ß√Ķes do Nordeste e, tamb√©m, contribuir para consolidar a identidade nacional, cujo fortalecimento se faz mediante o respeito e o valor a tudo o que √© genuinamente brasileiro", justificou a baiana.



0 Coment√°rio:


Nome: Em:
Mensagem: